Entrevista Oker

Falamos com o Mário um Maiato de gema e orgulhoso mas toda gente o conhece mais por Oker um dos mais activos writters portugueses para alem de MC (do colectivo Duplo Som)  tem também se dedicado a área de design tendo criado verdadeiras obras de arte.

 

 

 

Achas que existe um estilo Graffiti Tuga?
Penso que não, existe um misto de muitos estilos mas posso dizer que num nível de qualidade acompanhamos bem o que se faz la fora.

Qual o estado do graffiti em Portugal?
Como tenho dito, o Graffiti em Portugal está a crescer imenso, penso que hoje em dia as pessoas têm acesso imediato ás coisas, ou seja, o crescimento é instantâneo. Com isto tudo, estão a surgir imensos artistas, o que é positivo. Adoro ver as ruas preenchidas de coisas diferentes, as paredes andam a ganhar uma vida brutal e no fim de tudo Portugal marca presença no graffiti mundial e desta forma muita gente conhece os bons artistas que temos. Todo este crescimento deve-se também ao facto de terem surgido mais eventos.

HHW - Como defines o teu estilo de pintar?
Oker - Não gosto muito de definir o meu estilo, penso que quem o vê e acompanha são as pessoas ideais para o definir, mas na minha opinião resumo a seres tóxicos nascidos em campas esquecidas  e amaldiçoadas.

Tens andado por vários eventos, como tens sido aceite?
Muito bem, tenho conhecido pessoal impecável e fico surpreendido por saber que acompanham o meu trabalho há algum tempo, para além disso nestes eventos cria-se bons laços de amizade, vive-se muitas experiências, partilha-se ideias e no fim de tudo ficam grandes recordações para acrescentar ao livro divino, hehe.

Tens feito algumas t-shirts como tem corrido?
As primeiras que fiz correram bem, mas agora consegui finalmente investir em algum material de serigrafia e quero começar a fazer as minhas produções, claro que leva o seu tempo e o tempo que tenho neste momento não é muito, mas espero conseguir fazer o que tenho planeado. Mas deixo já um aviso, fiquem atentos porque brevemente muitas edições especiais Okerland irão andar aí.

Quais são teus trabalhos que mais te orgulhas?
Prefiro chamar trabalhos marcantes em vez de orgulho, e como exemplo foi sem dúvida Redbull Street Gallery 2008 porque foi o que iniciou a maior evolução do meu trajecto.

Para alem de pintar o que mais tens feito?
Estou a trabalhar num gabinete de design, continuo com alguns trabalhos de freelancer, o mais recente que estou a desenvolver é a personalização de um sofá para a VandomaDesign, estou a investir nas t-shirts e participei recentemente no evento Walk&Talk Azores, tenho pena de não ter tempo para pintar na rua mas mal possa vou dar inicio à missão.

Quais teus projectos para futuro?
Guardo-os em segredo fechados a 666 chaves num esgoto próximo do inferno.

Por falar em projectos como anda o projecto Duplo Som?
DuploSom está a hibernar, tivemos de parar porque as nossas vidas profissionais não nos dá muito tempo para fazer o que fazíamos, ainda temos sons que ficaram a meio e outros finalizados, mas pode ser que um dia destes surja alguma coisa, não brevemente mas futuramente.

Em geral como vês o Hip Hop Tuga?
Vejo que cresce assim como cresce o graffiti, existem coisas boas e coisas más e sinceramente acho que muitos dos mc´s e grupos novos que surgiram são quase todos iguais, lembram sempre alguém e não ha originalidade musical. Penso que com a facilidade de terem acesso ás coisas estragou a criatividade, hoje em dia qualquer pessoa pode gravar um som na boa, ou seja, o que era complicado e nos fazia ter gosto para produzir tornou-se fácil e com pouca duração.
Mas apesar disto é bom ouvir a "Velha Guarda" com o espirito de sempre e é bom sentir ainda hoje o tal "arrepio" que me trás muita nostalgia.
Em relação a Dj´s não posso falar muito mas no BreakDance sei que ZooGang anda aí a dar conta do recado, o que me deixa muito orgulhoso ao ver a evolução destes grandes Maiatos.

Vamos voltar a te ver pegar no microfone?
Quem sabe, música foi a minha primeira paixão antes de fazer o que faço hoje, mas lá está só o tempo dirá, mas espero que sim.

Queres deixar uma mensagem para os seguidores do HipHopWeb?
Sejam originais em tudo o que fazem, o HipHop precisa de mais criação e não de imitação, dediquem-se porque só não é bom quem quer.


Podem acompanhar o trabalho do Oker através do seu site www.theokerland.comwww.flickr.com/photos/okerland


Segue-se algumas fotos cedidas pelo próprio Oker do seu mais recente trabalho no Walk &Talk Azores 2011

 

Partilhar

Artigos Relacionados

Google+