Entrevista com o writter Risko34

Esta semana apresentamos uma entrevista dirigida à vertente do grafitti, entrevistámos um writer que na noite de Lisboa espalha diariamente os seus tags, mas na verdade está em toda a parte, ou quase. Não percam esta entrevista. ;)

 

 

HHW: Quem é o Risko34?
Sou um Writer.Love me or hate me...HERE I AM.

 

HHW: Porquê a escolha desse nome?
Antes de tudo, gosto do nome. Acho importante o nome que eu pinto ter significado. Mas também porque acho que fazer graffiti é um "Risko". Dai ter escolhido este Tag. O34 é meu numero da Sorte. ;)

 

HHW: Há quantos anos pintas?

A fazer graffiti mesmo em fim de 1994, começo de 1995. Mas antes disso ja andava neste mundo dos "graffitis"...para aí em 92,93 comecei mas só fazia tags. Grandes, pequenos, a varias cores e diferentes tipos de marcadores que eu e outros roubávamos na papelaria "Fernandes" lol. Era o nosso paraíso...Latas roubávamos no Aki, Continente, Jumbo ou outra grande superfície. Não existiam lojas de graff como hoje em dia. Não conhecia ninguém do mundo do graff nessa altura.

 

HHW: Qual foi o teu 1º contacto com o grafitti?

Foi prai em 94. Conheci 2,3 gajos da minha zona...que conheciam os Pontinha Bombing Crew e eles foram os 1º a mostrar-me revistas de graff,spots onde o pessoal costumava pintar ou parar, a dizer-me que existiam 2 tipos de caps(fat cap e o skini cap. lolol...nao sabia nada), falar-me de marcas de cans, etc. Era tudo novidade e so se sabia do que se ouvia...nao era nada como é hoje. Vais a internet e sabes tudo, existe toda a informação.

 

HHW: Bomb ou fame? Porquê?
Bombing em trains ou walls.Ilegal Sempre...Porque para mim é o que é mais real. Mais ligado ao "Verdadeiro Graffiti". Mas claro que as vezes também gosto de fazer uma ou outra parede legal.

 

HHW: O que é o grafitti para ti?
Nada, lol... Agora a sério,  É o que me da energia para o dia-a-dia... E o que me tira a energia do dia-a-dia.

 

HHW: O que te motiva a pintar?
A adrenalina, os que me rodeiam e continuar a gostar do que faço.

 

HHW: Qual foi a tua primeira tag?
O meu 1º tag foi o meu nome mesmo. Lol.

 

HHW: Quais são as tuas influências?
Hoje em dia não tenho. Pois vejo isto tudo numa diferente perspectiva. Existem simplesmente vários Writers com quem gostaria de pintar.

 

HHW: Como avalias a situação do grafitti nacional actualmente?
Bem isso é fácil de responder, ta igual ao nosso país. lolol. A meu ver, uma m*rd*. Talvez estou a ser amigo ao dizer isto mas...Continuam só a existir uns 50,60 no máximo writers em tudo o Portugal. Os restantes acham-se uns artistas ou só querem ser "reconhecidos" como tal. Esqueceram-se do que é ser Writers e fazer graffiti por gosto. Só querem fama e €€€, FUCK YOU ALL BITCHES do GRAFF. Don’t be a bitch...Be a writer this is better. ;)

 

HHW: Qual é o DVD de graff que aconselhas?
Vejam Tsunami Royals.

 

HHW: O que ainda ambicionas fazer no grafitti?
Eu quando comecei só queria fazer graff, ver o meu nome em tudo lado. Os anos passaram e continuei sempre com esse desejo. Mas nunca pensei que iria um dia dar entrevistas, aparecer em revistas ou vídeos. Entretanto passaram uns 17,18 anos e ainda ando cá. Eu creio que a única coisa que ambiciono é ter forças para continuar a "aturar as tretas e filmes" que rodeiam o mundo do graff e pintar enquanto e quando eu quiser, mais nada.

 

HHW: uma mensagem para os visitantes do Hip Hop Web.
Continuem a visitar o site.

MENSAGEM PARA TODOS DO MUNDO DO GRAFFTI: Façam graffiti e deixem-se de MERDAS. " keep real, keep ilegal"

Partilhar
Google+