Entrevista com Né, Barrako 27

Fomo-nos encontrar com o no Barrako 27 para falar sobre a sua nova EP que vamos disponibilizar na página de downloads e também falamos do vídeo que realizou em tributo ao antigo Hard Club embora também tenha lançado recentemente vídeo das músicas O Despertar (Remix) e Abraço Forte já disponíveis no myspace da banda.

HHW: Como surgiu o teu interesse pela música?
A vontade de fazer música surge naturalmente, pelo amor à música e á cultura Hip-Hop. Hoje em dia, com os meios a que temos acesso não é preciso ser músico de conservatório para fazer música, embora também trabalhe com alguns músicos profissionais.

HHW: Antes do lançamento da tua EP fizes-te uma pausa no teu projecto musical, o nome "De Cabeça Erguida" tem alguma relação com o teu regresso ao rap?
Completamente, todos nós passamos por fases menos desejáveis, para fazer Hip -Hop é preciso inspiração, embora possas escrever quando estás mais em baixo, uma letra momentânea mas para fazer um trabalho tens de te sentir bem com aquilo que estás a fazer.

HHW: O DJ Guze acompanha-te neste projecto como DJ e Produtor, como foi trabalhar com ele?
Foi altamente profissional, além de ser meu amigo e um elemento de uma banda que admiro, é um prazer trabalhar com ele. Foi ir a casa dele, ouvir uns beats e surgiu a ideia de fazer um EP, também tem actuado connosco ao vivo.

HHW: Como tem sido a receptividade do público à EP?
Positiva, na festa de lançamento consegui vender 350 CD's e pessoal de longe também tem pedido para comprar. O pessoal não esperou nada mais do que o trabalho do Barrako 27, aquilo que o Barrako 27 é.

HHW: Qual a diferença deste projecto em relação aos álbuns que lançaste anteriormente?
É um Ep curto, um regresso após uma pausa, mostra que apesar da minha idade mantenho a cabeça erguida, a cultura erguida, que estamos aqui, não esquecendo o Speg que sempre me acompanhou.

HHW: Produziste um videoclip a par desta EP como tributo ao antigo Hard Club, o que te levou a dirigirs-te ao espaço?
Além de já ter lá actuado também como apresentador ( Nova Gaia Hip-Hop Session), foi um espaço que fez sonhar e deu asas a muitos mc's e tinha grande qualidade musical. Tornou-se um espaço mítico para muitos artistas. Só tinha que fazer esse trabalho, ao meu estilo, o Hardclub merecia um vídeo, já que havia condições, antes que o destruíssem completamente.

HHW: Quais as tuas expectativas para a vinda do novo Hardclub?
A nível místico nunca mais será o mesmo. A nível de qualidade e versatilidade não sei até que ponto será bom, só com o tempo é que a gente vê. Esperámos que seja um bom local para divulgação de bandas.

HHW: Podes falar-nos dos teus planos para projectos futuros?
Para já estou com intenções de produzir o novo álbum no inverno, nunca se sabe se será o último do Barrako 27, para já aponta para isso e continuar a fazer o costume gravar uns sons por aí, gravar pessoal e dar concertos.

HHW: Que tipo de música ouves e quais os nomes que te constituíram referência?
Neste momento hip-hop e reagge são os meus estilos de eleição mas ouço tudo de música em geral. Sempre amei o Hip-Hop mas a minha vida passou por vários estilos musicais - Public Enemy, Gangstarr, Cypress Hill são exemplos de bandas que me influenciaram.

HHW: Top 5 das músicas que andas a ouvir?
Kool Shen - Vive dans l' urgence
Poeta de Rua ft Mundo - Exessos
Vinnie Paz - Beautiful Love
Raaka ft Mad Lion - The Observatory
The Roots ft Joanne - Right On

HHW: Qual a menagem do Barrako 27 para os visitantes do Hip Hop Web?
Agradeço a todos que do outro lado do ecrã apoiam e contribuem para o nosso trabalho. Visitem e opinem, apoiem o site e todos os sites que contribuem para o Hip-Hop nacional, não só o internacional, temos que agradecer aqueles que contribuem para a divulgação do nosso trabalho.

Entrevista por : Sílvia Cruz

Partilhar

Artigos Relacionados

Google+