Entrevista com Don Projekt

  • Imprimir

Don Projekt é MC, DJ, Beatmaker, este membro do colectivo Homeboyz lançou recentemente a sua mixtape a solo "Atestado de Pobreza", para download gratuito. Nesta entrevista ficamos a conhecer o seu percurso na música, projectos futuros e um pouco do rap oriundo da cidade de Aveiro.

 

 

HHW: Como se iniciou o teu percurso na música? Quem influenciou o teu desejo de fazer rap?

Don Projekt: O meu percurso na musica não se iniciou propriamente no Rap, desde muito novo que comecei a querer fazer música, comecei por tocar guitarra, através de influência do meu irmão mais velho, tive 1 banda de Hardcore/Rap juntamente com 2 dos elementos da minha presente banda Homeboyz, depois veio o fascínio pelo scratch e foi ao que me dediquei no inicio do projecto Homeboyz em 1998, que se manteve até 2006, quando comecei a escrever mais a sério e a gravar algumas faixas como MC, o que descobri ser o que realmente queria e quero fazer a nivel musical, não deixando nunca o scratch nem a produção, mas focando-me mais na escrita aonde o poder de expressão na minha visão é bastante mais elevado. A nivel de influências no Rap são bastantes mesmo, vou enumerar as principais, Big Pun, Mobb Deep, CNN, Kool G Rap, The Roots, Cypress hill, Nas, Rakim, Gang Starr, Onix, Wu Tang Clan, Cormega, Krs1, M.O.P., Fat Joe, Dmx, Dilated Peoples, Xzibit, Boot Camp Click, Supreme Ntm, Iam, Fonky Family, 113, Dealema, Sam the kid...

HHW: Acabaste de lançar a tua mixtape "Atestado de pobreza" para download livre , como tem sido a recepção?
Don Projekt: A recepção á minha minha recente Mixtape "Atestado de pobreza" tem sido boa, o feedback tem sido positivo, em alguns casos até surpreendente, chegando a pessoas que não se identificam muito com o Rap em geral mas gostaram de alguns temas que abordei, e da forma como abordei os mesmos. Muitos dos sons do projecto já estavam disponíveis na internet visto que houve bastantes atrasos na conclusão, por várias razões, então uma grande parte do conteúdo já era conhecido por quem tem seguido o meu trabalho.

HHW: Qual é a mensagem principal que podemos reter na tua mixtape?
Don Projeckt: Na minha Mixtape a mensagem principal que se pode reter é o descontentamento com as injustiças sociais que se mantêm e se agravam através dos anos, é o relato da vida nos subúrbios da cidade e tudo o que essa vida acarreta, a critica aos supostos “MC'S” que banalizam e ridicularizam esta cultura através de mensagens vazias, falta de originalidade... e também mensagens mais pessoais sobre a minha visão acerca da vida, da cultura, o meu percurso como pessoa, musico, e também a humildade e a lealdade com os nossos que é algo que para mim é fundamental e que hoje em dia vejo muito pouco valorizada.

HHW: Quais foram os teus critérios para a escolha das participações de Kontact, Malan, Knockout Kane e Max?
Don Projekt: Os critérios para a escolha das participações foram bastante simples,quanto ás participações de Kontact, Malan, Knockout Kane, são membros da minha banda, amigos de longa data e fazem música comigo desde o inicio,identificamo-nos bastante na musica como na vida em geral logo é inevitável que participem sempre nos projectos em que me envolva, quanto ao Max,a participação partiu de uma partilha de ideias através da Internet que levou a uma faixa em conjunto gravada e esquematizada à distância.

HHW: Juntamente lançaste um videoclip a acompanhar este projecto, como surgiu a sua produção?
Don Projekt: Sim, Gravei 3 videoclips deste projecto o ultimo saiu praticamente na mesma altura em que disponibilizei a Mixtape foi da faixa“Solução” a sua produção ficou a cargo como todos os outros de Knockout Kane, juntámos ideias sobre o que queríamos obter como resultado final e procedemos com as filmagens e recolha de imagens através dos poucos meios que possuímos. Esta faixa em particular deu-me muita vontade de ser acompanhada por um videoclip para que a mensagem que quis passar fosse ainda mais evidenciada e retratada através de imagens que espelham a situação que vivemos actualmente.

HHW: Que projectos destacas no Rap Tuga de 2012?
Don Projekt: A nível de Rap tuga em 2012 destaco as Mixtapes de Kontact “Natureza do Barulho” “Natureza do Barulho II - Berço Esotérico” o álbum de Xakal, ”Capitulos de um Storytella” Chullage “Rapressão, Deau “Reticências” Kosmo e Malabá “1 caso”.

HHW: Como avalias a situação do Rap Tuga actualmente? E na tua cidade, Aveiro?
Don Projeckt: Actualmente penso que o Rap Tuga está mais desenvolvido, mais divulgado, mais aceite também, claro que a evolução na minha maneira de ver tem sempre o lado bom e o lado mau, hoje em dia restam “poucos” ouvintes e seguidores, e aumentam em larga escala os que fazem, as novas facilidades a nível de gravação, de obter instrumentais, de divulgação, e também o facto do Rap estar na moda, levam muita gente a lançar projectos antes da hora, muita pressa em aparecer e pouca paciência em evoluir, persistir, estudar e entender a cultura, definir um estilo próprio...no fim dos anos 90 e no inicio de 2000 havia mais pureza, mais identidade nos artistas menos “bytes” o filling dos concertos no antigo Hard Club por exemplo que relembro com bastante saudade tinham uma magia bastante difícil de encontrar nos tempos que correm, mas é como tudo o tempo passa e tudo se molda á nova realidade, a parte disso o movimento está em ascenção constante revelando grandes talentos e uma grande evolução a nível de skill em todas as vertentes. Na minha cidade o cenário reflecte o do resto do país, e aqui persiste também o problema de haver muito poucas oportunidades para os artistas exporem os seus trabalhos há muito poucos sítios onde se possam realizar concertos, os que existem não reúnem as condições necessárias a nivel de som. . . e o preconceito a nível deste estilo musical e as pessoas que o constituem também é ainda bastante acentuado infelizmente. 

HHW: Quais são os teus projectos para 2013?
Don Projekt: Para 2013 pretendo acabar a nova Mixtape em que estou a trabalhar cujo o nome ainda está a ser decidido, tenho também um projecto ainda numa fase inicial juntamente com o Kontact, vou participar com uma faixa na Mixtape “Zona 4 Vol.2”, e acabar a produção dos instrumentais que usarei no próximo projecto de originais que estou a desenvolver. Espero também ter datas para concertos onde apresentarei o meu ultimo trabalho.

HHW: Além de MC és também beatmaker e DJ, que de forma estas vertentes te atraem na cultura Hip – Hop?
Don Projekt: Estas duas vertentes atraem-me bastante na cultura hip hop, foram juntamente com o graffiti os primeiros contactos que tive com esta cultura, e têm um papel muito importante no meu processo criativo, a musica é algo que faz parte do meu dia a dia e vivo então dividido entre todas as vertentes que me dedico.

HHW: Que tipo de música que mais ouves e quais os nomes que te constituíram referências?
Don Projekt: O que mais ouço é Rap, de longe mesmo, mas além disso ouço também Jazz, Funk, Punk, Ska, Metal, Blues, Rock.. ouço muita musica mesmo, é a minha terapia e acompanha me em todas as situações. Nomes que representam influências passam por Killah Priest, Slaine, Vinnie paz, Onix, Nach, Saigon, Snowgoons, Sean Price, Krs 1, Buckshot, Styles P, Rage Against the Machine, Pharoahe_Monch, The Roots, Psycho Realm, Talib Kweli, Outerspace, Immortal Technique . . . .

HHW: Podes numerar o top 5 das músicas que andas a ouvir?
Don Projekt: Neste momento o top 5 das musicas que ando a ouvir são - Slum Chemist (Vinnie Paz) - Talib Kweli Ft. Sean Price - Palookas (Prod. by Marco Polo) - Ferry - Tanto Mano [Prod. Fizz] 2013 - Electronic Funeral feat. Sean Price, Slaine (La Coka Nostra) - Eyes in the Sky (Immortal Technique)

HHW: Qual é a tua mensagem para os visitantes do HipHopWeb?
A minha mensagem para os visitantes do Hip Hop Web é que continuem a apoiar quem realmente faz pela cultura e não apoia só os amigos/conhecidos mas pelo contrário mantém uma postura imparcial e divulga quem merece, independentemente das relações pessoais. Apoiem também os artistas que apreciam comprando os seus trabalhos, indo aos concertos.. todos os que fazem isto a sério dedicam muito do seu tempo e dinheiro para tornar possível que boa musica chegue até vocês, logo todo o apoio e reconhecimento é necessário e essencial para que continuem a criar. Quanto a mim fiquem atentos, novidades estão para breve! Mad propz 2 Hip Hop Web e obrigado pela oportunidade! 1 love Don Projekt Homeboyz