Entrevista com MC Zero

O início de Zero remonta ao ano de 1998, onde começa a escrever e a rimar em conjunto com o seu primeiro grupo ZDK e ao longe destes anos foi solidificando o seu projecto a solo como MC, sempre com o apoio do DJ BANDIDO. Surge em 2002 a oportunidade de criar um programa de rádio exclusivamente dedicado ao Hip-Hop na Rádio Universitária do Minho, programa este baptizado com o nome de Código que manteve durante 6 anos.
Entre concertos e participações em mixtapes nacionais surge o seu álbum a solo Introspectivo e recentemente com o Dj Casca,um dos elementos do colectivo Partícula  apresentam a mixtape "Conceito Clássico" e mais novidades minhotas estão para breve. Estejam atentos, o rap do Minho vai dar que falar. 

 



HHW: Fala-me um pouco do teu percurso na música. Quem influenciou o teu desejo de fazer rap? 
MC Zero: O meu percurso na musica vem por influencia do meu irmão mais velho que por incrível que pareça é fã e musico de Metal. Ele percebeu que eu não tinha muita queda para o metal e então aconselhou-me a ouvir Body Count (banda de hardcore do Ice T), visto que era algo com rimas e ele sabia que eu andava a ouvir e tentar dançar coisas esquisitas como Vanilla Ice e MC Hammer , então mostrou - me sons mais pesados e com letras mais versáteis que me punham a pensar...(apesar de ser em inglês e eu um puto , o meu irmão ajudava-me a perceber o que estava a ouvir ) foi a partir daí que passei a estar mais atento ao Rap e ao que se fazia , até que um dia a minha vizinha ,ouvinte como eu , trouxe de uma viagem a Lisboa um cd chamado RAPUBLICA, ai então percebi que já se fazia rap em portugal e passei para a descoberta! ouvi Black Company, Boss Ac (1º álbum  , mas o que me deu vontade/força/inspiração foi a 1ª vez que ouvi Mind Da Gap,  mcs do norte a rimar!! Senti logo pica para pensar em fazer algo do género  depois de MDG seguiu-se Dealema/Micro etc etc... , tornei-me fã incondicional de Rap Tuga. E em 1998 ganhei coragem e criei o meu primeiro projecto "Sindicato dos Feiticeiros"  com o Dj Bandido e o meu vizinho Mauro e Catarina , durou muito pouco mas deu pa começar a escrever e a perceber como se faz Rap, daí surgiram mais projectos sempre com o Dj Bandido(tinha um prato em casa do irmão mais velho ) tais como - ZDK, R.L.U já com o Mc Alado entre outros , PÓS-ESCRITO(Alado,Luxa,dj Bandido e Casca) até tudo desmoronar e novamente criar novo colectivo até hoje "vivo" - Colectivo PARTÍCULA, não é um grupo de musica mas sim um grupo de 4 amigos que fazem Rap seja todos juntos ou com projectos a solo. 

HHW: Durante 6 anos tiveste o programa Código na Rádio da Universidade do Minho o que ganhaste com essa experiência?
MC Zero: O Código foi algo muito produtivo para o meu conhecimento de rap e artistas , visto ser numa radio mais alternativa , recebia imensas coisas ligadas ao rap nacional e internacional , foi algo que surgiu por ser fã do José Mariño na Antena 3 com o Rapto e mais tarde Submarino, ou seja, apesar de puto sabia que era possível fazer algo credível juntamente com o meu grande amigo Milona. Assim foi! 6 anos de 2 horas de rap por semana.

HHW: Em 2009 lançaste o teu álbum a solo "Introspectivo" com a participação de DJ Bandido, DJ Casca, Alado, Hermitage, Mundo, Maze, Recarga, Xerife, Espalha e RéMenor. Quais os motivos para a escolha destes convidados?
MC Zero: As escolhas foram simples, Hermitage era o produtor com quem estava a trabalhar na altura, Mundo era o amigo responsável pela gravação do disco no antigo 2º Piso e fazia todo o sentido participar, Maze conheci-o durante alguns concertos que dei com Dealema , adoro o trabalho dele e fiz a proposta... Xerife e Alpha (Recarga) eram os amigos de Espinho com quem costumava juntar para simplesmente curtir Rap e fazer o que era preciso! Espalha e Rémenor também grandes Amigos de Viana que estavam nisto ha tanto tempo como eu, as dificuldades deles eram como as minhas por sermos de cidades mais pequenas mas com as mesma batalhas em mãos... quanto ao Alado, Casca , Bandido é simples - irmãos de pais diferentes.

HHW: Passados 4 anos de que forma olhas para o teu 1º álbum?
MC Zero: Ainda olho para o 1º álbum como olhava a 4 anos atrás, o verdadeiro retrato do Zero.

HHW: Recentemente tu e o DJ Casca disponibilizaram a mixtape "Conceito Clássico", como teu sido o feedback?
MC Zero: Tem sido muito bom! Foi algo que foi gravado em muito pouco tempo, escrever na segunda, ensaiar na terça , gravar na quarta... mas tudo propositado pois tanto eu como o Casca estava-mos com a pica toda e queríamos levar até ao fim o desafio. O pessoal tem dado boas criticas a mixtape, surgiram vários convites para concertos , vendemos todas as copias e muitos downloads foram feitos!  

HHW: Qual é a mensagem principal que podemos reter desta mixtape?
MC Zero: A mensagem principal é simples - RAP BRACARENSE!!

HHW: Juntamente com o DJ Casca és um dos elementos do colectivo Partícula de Braga, como se gerou esta união de 2 MCs e 2 DJs?
MC Zero: Tal como disse anteriormente , tudo através da grande amizade entre nós , coincidência ser 2 djs e 2 mcs. 

HHW: Disponibilizaram à pouco tempo o videoclip" Colectivo" produzido pelo Blastah Beats como foi a produção e a realização deste?
MC Zero: O videoclip surge da nossa participação da compilação criada pelo produtor Blastah Beatz e Billy Danze dos M.O.P,   o Blastah  também é oriundo da cidade de Braga, já está fora de portugal a alguns anos , mas como já nos conhecíamos  a muitos anos foi tudo mais fácil , ele queria fazer um tema com alguém da cidade e contactou-nos a propor!. O video surge então com o apoio da Earbox (marca de roupa) que queria mostrar novas peças e nós queríamos um patrocínio para cobrir os custos do video. Assim foi!! 

HHW: Que podemos esperar do Colectivo Partícula para breve?
MC Zero: Neste momento ainda estamos a terminar novos projectos que temos em separado, temos em mente no fim do ano começar a criar um EP de apresentação do colectivo.

HHW: Que projectos recentes destacas no Rap Tuga?
MC Zero: Não diria recentes, pois alguns já são antiguinhos,  mas sim projectos que admiro - Quartel469 , Rato54, Virtus , Simple, Deau ,  Capicua, Jêpê .

HHW: Quais são os teus projectos para 2013? 
MC Zero: Acabar o álbum do meu novo projecto com o o produtor Relax (Q469) e DJ Casca intitulado de - DITO EFEITO , e  se tudo correr bem no fim do ano o 1º projecto Partícula.

HHW: Com quem gostavas de fazer um som?
MC Zero: Com os meus Heróis de miúdo , os Mind da Gap.

HHW: No teu ver quanta vertentes compõem o Hip-Hop?
MC Zero: Para mim sempre foram 4 , rap , dj'ing , graff , b-boy , o beatbox ADORO mas vejo como uma sub-vertente do rap,ou seja, o que ajuda o mc a manter o ritmo e flow nas alturas em que não existe uma aparelhagem(opinião pessoal).

HHW: Como avalias a situação do Rap Tuga actualmente? E na cidade de Braga?
MC Zero: O Rap Tuga continua forte , muitos projectos a saírem todos os dias! na cidade de Braga igual , já temos mais de 2 ou 3 projectos coesos! Isso é óptimo e motivante.

HHW: Que tipo de música ouves e quais os nomes que te constituíram referência?
MC Zero: Ouço muito rap , rap e rap e um pouco de soul , umas das maiores referencias na altura de composição do meu álbum (demorou 9 anos a ser gravado) foi o álbum Iladelph Halflife dos The Roots , saiu em 96 mas quando veio parar as minhas mão em 99 fiquei deslumbrado e escrevi os primeiros temas  do meu álbum com The Roots em volume baixo na aparelhagem... restantes referencias - MDG com Álbum - A VERDADE , DLM com Álbum - EXPRESSO DO SUBMUNDO , MICRO com Álbum - MICROESTÁTICA , SAM THE KID com o Álbum - SOBRETUDO.

HHW: Podes numerar o top 5 das músicas que andas a ouvir?
MC Zero: Redman feat Method Man e Ready Roc - Lookin Fly Too 
Sean Price - Barbarian 
Orelha Negra - Solteiro
C2C - Down the Road 
Capicua - Amigos imaginários 

HHW: Qual é a tua mensagem para os visitantes do HipHopWeb?
MC Zero: Continuem a visitar!!! Um site sempre a par de todas as novidades de hip hop nacional e internacional.
Estejam atentos pois vão surgir novidades do Rap Minhoto! 

 

Partilhar
Google+