D'Bandada e Festival Vicious em dia de música no Porto

Um dia cheio de música na baixa do Porto é aquilo que promete ser o sábado, com os mais de 50 concertos gratuitos do Optimus D'Bandada e ainda um festival de hip-hop, que abre a temporada do Coliseu.

O D' Bandada regressa pelo segundo ano ao Porto com arranque marcado para as 15:00, altura em que vão começar a soar os primeiros acordes de um festival que promete ir até às 06.00 de domingo e ocupar espaços tão variados da Baixa do Porto como o varandim da entrada da Torre dos Clérigos, a barbearia Veneza, na rua de Ceuta, ou locais mais tradicionais como Plano B, Café au Lait, Armazém do Chá ou Casa do Livro.

As bandas são muitas e ultrapassam o catálogo da editora chefiada pelo radialista Henrique Amaro: Miguel Araújo, We Trust, Balla, DJ Ride, Souls of Fire, Os Pontos Negros, Capicua, Chullage, Samuel Úria, Nuno Prata, Mirror People, ALTO!, Peixe, Filho da Mãe, Stereoboy, Minta & The Brook Trout, Nice Weather For Ducks, Beatbombers, Birds are Indie, The Poppers, Mr Miyagi, The Astroboy, Tren Go! Soundsystem, Pedro Cardoso, Edumundo e Youth Culture, entre outras.
A associação Porta Jazz, o sítio da internet bodyspace e a Casa da Música são três entidades que apresentam programação dentro do festival, sendo que a última promete mostrar que instrumento é um gamelão e atuações dos Portucale Brass e da violinista e compositora Ianina Khmelik.
Já o Porta Jazz vai garantir a atuação de quatro projetos na sua área musical -- SMaLL trio, Quarteto Mário Santos: Bloco A4, Hitcpop e Coreto Porta-Jazz -- enquanto o bodyspace que faz dez anos e vai ter uma compilação editada pela Optimus Discos, programa o Café au Lait, com os concertos dos Black Bombaim, blac koyote, Sensible Soccers, Memória de Peixe e os Octa Push (22h50).
A noite fechará no Café au Lait com um set dos DJ Bodyspace, mas a festa de encerramento do D'Bandada está marcada para a arrancar às 02:00, na garagem GarePorto, na rua José Falcão, com a atuação dos vários DJ do cartaz deste festival.
Também no sábado, a maior sala do Porto abre a sua temporada, com o "1.º Festival Vicious Hip-Hop", que contará com as atuações de Mind Da Gap, Dealema, Sam the Kid, Mundo Segundo, Deau, NBC e Micr. O destaque, deste cruzamento de alguns nomes históricos do hip-hop com novas propostas, vai para a apresentação de temas do novo álbum dos Mind da Gap, a ser editado no dia 01 de outubro, nomeadamente aqueles que contam com a participação de convidados como Rey, Sam the Kid e os Dealema.
O festival marca o arranque da produtora Vicious Events, que quer explorar o universo do hip-hop e que traçou como objetivo, segundo revelou à Lusa Paulo Pinto, um dos três fundadores, "fazer no próximo ano um festival de verão de dois dias ou três" deste género musical, habitualmente arredado da programação dos grandes festivais.

in DN Cartaz

Partilhar
Google+