Rapper Doe B. é morto em tiroteio em restaurante no Alabama

A polícia do Alabama está investigando a morte do rapper Doe B. e de outra pessoa em um tiroteio no sábado (28), que deixou ainda seis feridos dentro de um bar e restaurante. A polícia diz que o tiroteio aconteceu por volta da uma da manhã, a cerca de um quilômetro da Universidade Estadual do Alabama. 
A polícia identificou os mortos como Kimberle Johnson, de 21 anos, e Glenn Thomas, de 22, ambos de Montgomery. As autoridades disseram que Johnson foi declarado morto no local. Thomas – um promissor rapper conhecido como Doe B. – foi levado ao Baptist Medical Center South, onde foi declarado morto pouco depois.

O DJ Frankie White, que administrava a carreira de Doe B., disse que o tiroteio aconteceu no Centennial Hill Bar & Grill, em Montgomery, e que Doe B. não estava se apresentando naquele momento. White disse ainda que o rapper tinha dois filhos e estava esperando o terceiro.
A polícia afirmou em uma declaração que oficiais encontraram outras seis vítimas com ferimentos de bala. Eles disseram que todos foram levados a hospitais locais para tratamento. A tenente Regina Duckett disse ao jornal local “The Montgomery Advertiser” que essas pessoas estavam em condições estáveis na manhã de sábado.
Nenhuma prisão havia sido efetuada até o meio-dia de sábado. A imprensa local divulgou um comunicado do prefeito, Todd Strange, que dizia que a cidade decidiu fechar o estabelecimento por que ele significa “uma ameaça iminente à segurança pública”.

in G1

Partilhar
Google+