Coletivo De Hip Hop Odd Future Banido Da Nova Zelândia

O coletivo de hip hop Odd Future foi proibido de entrar na Nova Zelândia por representar, de acordo com os funcionários alfandegários daquele país, um perigo público.
Tyler, The Creator, Earl Sweatshirt e restantes colaboradores tinham uma atuação agendada para o festival neozelandês Rapture, mas viram o seu visto ser-lhes negado. 
Num comunicado emitido pelo departamento de imigração da Nova Zelândia, são explicados os motivos da decisão: “A lei da imigração de 2009 estabelece que a permissão de entrada pode não estar garantida quando há motivos para acreditar que existe, ou é provável que exista, uma ameaça ou risco à ordem pública ou ao interesse público. Os Odd Future foram considerados uma potencial ameaça à ordem pública e ao interesse público por várias razões, entre as quais incidentes decorridos em atuações passadas, que incitaram à violência. Por outro lado, um polícia foi hospitalizado na sequência de um motim incitado pelos Odd Future”.

Tyler, The Creator já se manifestou relativamente ao sucedido, partilhando no seu Twitter a sua opinião sobre a proibição da entrada dos Odd Future na Nova Zelândia. “Fomos banidos da Nova Zelândia, outra vez. Eles disseram que éramos ‘uma ameaça terrorista e maus para a sociedade’ ou algo do género. Doentio”, escreveu. “Apesar disso, eu adoro a Nova Zelândia”, assegurou.

Já Eminem, também parte integrante do cartaz do certame, foi  recebido pelos funcionários da alfândega com acenos e sem quaisquer questões.

in Palco Principal

Partilhar
Google+