Rapper brasileiro Emicida atua em festival português

O jovem paulista é o único artista brasileiro na edição deste ano do Super Bock Super Rock, subindo ao palco a partir das 20h30, na mesma noite em que o festival português recebe Joe Satriani, Cat Power e Eddie Vedder.
O rapper Emicida, um dos nomes que se têm vindo a afirmar nos últimos anos na nova vaga de hip-hop no Brasil, está de regresso a Portugal, para actuar esta sexta-feira no festival de Verão Super Bock Super Rock, no Meco, 35 quilómetros a Sul de Lisboa.
Oriundo de São Paulo, Emicida (cujo nome real é Leandro Roque de Oliveira) tem concerto marcado para as 20h30 no palco Antena 3, onde também actuarão na noite desta sexta-feira a rapper portuguesa Capicua e o grupo Keep Razors Sharp. Por outros palcos do festival passarão artistas internacionais como Joe Satriani, Cat Power e Eddie Vedder.

Emicida, que completa em agosto 29 anos, começou a sua carreira em 2008, com o lançamento do single Triunfo. Seguiu-se em 2009 o trabalho "Pra quem já mordeu um cachorro por comida até que eu cheguei longe". O primeiro disco de estúdio do rapper brasileiro foi "O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui", lançado em 2013.

O nome Emicida é um jogo entre "MC", mestre de cerimónias, e "homicida", como era conhecido no meio do hip-hop por, nos improvisos de rimas contra outros rappers, ganhar sempre aos seus opositores. Segundo Leandro Roque de Almeida, o seu nome artístico também funciona como acrónimo de "Enquanto Minha Imaginação Compuser Insanidades Domino a Arte".

O rapper paulista é o único artista brasileiro na edição deste ano do festival Super Bock Super Rock, que termina no sábado, com os destaques The Kills, Foals e Kasabian. Na noite de quinta-feira o grande nome em cartaz no festival português foram os Massive Attack.

in Portugal Digital

Partilhar
Google+