Festival de rap leva ao Brasil músicos de Angola e Portugal

A segunda edição do festival 'Terra do Rap', que se realiza no Rio de Janeiro a partir de sexta-feira, vai juntar músicos de Angola e Portugal a artistas brasileiros.
Sublinhando, na página oficial (www.terradorap.com), que o rap é um "estilo musical presente em todas as regiões onde o português é o idioma oficial", o festival propõe-se debater "as transformações" da língua "sob a ótica" da cultura hip-hop e mostrar "as semelhanças artísticas do Brasil e de outros países" da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).
"Terra do Rap" pretende "fomentar a indústria criativa" e "estimular a fruição da cultura urbana lusófona", promovendo o diálogo e o intercâmbio entre os rappers de língua portuguesa.

O objetivo da segunda edição é "contemplar a integração do Brasil com Portugal e Angola", identificando "as matrizes afro e lusa" na cultura brasileira.

Eva Rap Diva e Kid MC são os músicos angolanos convidados, a que se juntarão os portugueses Sam The Kid, Mundo Segundo, Sr. Alfaiate e Capicua (que aproveitará a deslocação ao Brasil para atuar também em Petrópolis, a 02 de agosto, e em São Paulo, a 03 de agosto).

O país anfitrião do festival estará representado por Vinícius Terra, Don L, Rodrigo Ogi, Bob-X, De Leve, Funkero, Dj Nino, Nega Gizza, Sistah, Dj Tamy Reis, Moustrack e CCRP.

Para além de momentos musicais, a programação incluirá oficinas, debates, uma feira de vinil e gravações de música, para além do espetáculo inédito "Fita Misturada ao vivo", que unirá no mesmo palco doze artistas de Angola, Brasil e Portugal, e uma "Caravana Rap Lusófono", que, para além do Rio de Janeiro, se deslocará às cidades de Macaé, Campos e Itaperuna.

in Noticias ao Minuto

Partilhar

Artigos Relacionados

Google+