Nova música de Gabriel, O Pensador contra a corrupção viraliza na internet

Na década de 1990, o rapper Gabriel, O Pensador se notabilizou ao fazer ecoar a música Tô Feliz (Matei o Presidente). Na canção, que embalou o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello, ele fazia duras críticas ao presidente e ao seu governo. Suas rimas atingiam também a primeira-dama Rosane Collor, a então ministra da Fazenda Zélia Cardoso de Mello, e a Antônio Rogério Magri, titular da pasta do Trabalho.
“Ele ganhou a eleição e se esqueceu do povão/ E uma coisa que eu não admito é traição/ Prometeu, prometeu, prometeu e não cumpriu/ Então eu fuzilei, vá pra puta que o pariu/ É “podre sobre podre” essa novela/ É Magri, é Zélia”, dizia a letra.

 

Neste domingo (15), dia em que milhares de pessoas saem as ruas do país para protestar contra o governo de Dilma Rousseff (PT), Pensador aproveitou para divulgar sua nova canção: Chega.

Nela, ele ataca a corrupção, os desvios de dinheiro público, a violência urbana, o tráfico de drogas, o preço da água, da luz, a esquerda e a direita. “A gente é saco de pancada há muito tempo e aceita/ Porrada da esquerda, porrada da direita”, afirma ele na canção. “Chega, que mundo é esse eu me pergunto/ Chega, quero fugir, mudar de assunto”, diz o refrão.

Assim que foi publicado em sua conta no Youtube, o vídeo recebeu apoio dos internautas e começou a circular pelas redes sociais. “Música perfeita”. Pensador disse tudo. Essa [canção] vai entrar para a história. Não consigo parar de ouvir. Até chorei”, postou uma internauta.

O humorista Rodrigo Scarpa, que interpreta o repórter Vesgo no Pânico da Band, também comentou a música de Pensador: “Parabéns Gabriel, O Pensador ! Em canção conseguiu expressar o sentimento de 93% dos brasileiros. [Sou] fã do artista e do cidadão.”

Assista abaixo os vídeos de Chega e Tô Feliz (Matei o Presidente):




in Veja São Paulo

Partilhar

Artigos Relacionados

Google+