Tyler The Creator clama ter sido banido de entrar no Reino Unido

Tyler The Creator diz ter sido banido do Reino Unido durante um período «de três a cinco anos».
O comentário foi publicado no Twitter logo após o cancelamento de quatro concertos no Reino Unido e Irlanda por «circunstâncias não reveladas». Até agora.
«Por causa de letras de 2009, não posso entrar no Reino Unido nos próximos três a cinco anos (embora lá tenha estado há oito semanas). É por isso que os espectáculos foram cancelados», explicou. 
No Tumblr, o manager Christian Clancy confirmou a situação. O rapper terá recebido uma carta «que especifica letras dos álbuns «Bastard» e «Goblin»» que, de acordo com o texto, «encorajam a violência e a intolerância para com a homossexualidade».

 «O tipo de letras que ele não escreve desde...», comenta Clancy. O manager recapitula ainda o facto de Tyler The Creator ter estado «mais de vinte vezes» no Reino Unido nos últimos cinco anos, incluindo a projecção de um filme no mês passado, «sem incidentes». 
Para o manager, «a questão é mais ampla» e interfere com a «liberdade de expressão». Clancy diz tratar-se de «um castigo». 
Entretanto, o departamento de imigração já confirmou a notícia à Quietus. «Vir ao Reino Unido é um privilégio e esperamos de todos os que vêm que partilhem os nossos valores comuns», pode ler-se.
«O departamento tem o poder de excluir um indivíduo se considerar que a sua presença no Reino Unido não é boa para o bem público ou se a sua exclusão foi justificada por razões de ordem pública». 

Partilhar
Google+