SERHumano no Hard Club [2014-11-07]

Mais uma vez a causa solidária voltou ao Hard Club, desta vez para ajudar a Inês, a noite era chuvosa mas não foi por isso que o publico não aderiu a mais uma causa.
A começar a noite, na sala 1 do Hard Club, ainda a encher, Bispo, diretamente da linha de Sintra iniciou aquela que ficaria marcado como mais um SerHumano dado ás causas solidarias. Bispo acabou a sua atuação com um “acapela” que deliciou quem ainda chegava ao SerHumano.
Já com casa cheia foi a vez de uma estreia em palco em concertos ao vivo, Puro L, mostrou que estaria ao nível de um palco como o SerHumano, acabou a sua atuação com uma grande ovação, esperamos assim mais presenças noutros palcos de Puro L.

Durante um pequeno intervalo entre artistas, existiu tempo dedicado a um vídeo proporcionado pela Inês, onde agradeceu a presença e ajuda de todos.

Sem muito mais tempo desperdiçado, em palco entraram Minus e Virtus, esta dupla que sincronizada entrou em grande, onde o público conhecedor das musicas, cantou em sintonia com os mc's.  

Sem grandes apresentações o colectivo Dealema, apresentaram faixas a solo ou em dupla, onde se pode ouvir, Mundo com NBC, Maze, Expeão e Fuse, trouxeram ao SerHumano faixas bem clássicas. No fim juntaram-se para cantar o tema “Infiéis” que elevou a temperatura no Hard Club.

Grognation foram os senhores que se seguiram, diretamente de Mem Martins, Lisboa, apresentaram algumas das suas faixas, onde trouxeram ainda ao palco NBC para uma faixa em conjunto.

Em seguida, DJ Stereossauro, proporcionou um intervalo entre mc's com um mix do melhor rap português, enquanto o publico recarregava energia na sala, onde a noite era de Inverno mas o calor já se fazia sentir.

Sagaz, foi o mc que pisou o palco, diretamente da Microlandia, cantou alguns dos seus temas mais clássicos, ficou bem presente que no Hip-Hop, cada vez menos se distingue o apoio aos mc's de Norte ou Sul.

Deau entrou em palco e o público já ovacionava aquando de anunciarem o seu nome, trouxe faixas bem conhecidas que foram cantadas a par com o publico que entrou em delírio aquando de Deau, chamou a sua irmã Teresa, para cantar o seu tema, Teresinha.

A dupla feminina Portuense, Capicua e M7 foram quem fecharam a parte antes do ultimo intervalo do já longo SerHumano, com o público a resistir até á ultima, Capicua apresentou vários temas bem conhecidos de todos, com participação de M7 e D-One nos pratos.

Este SerHumano, também ficou marcado pela realização de uma mixtape de todos os artistas que quiseram participar na causa, que estaria a venda no Hard Club em que as vendas revertiam para a causa, ajudar a Inês. DJ Casca, durante o pequeno intervalo de atuações de mc's passou alguns excerto da mixtape SerHumano.

E de seguida, um regresso aos palcos de SimpLe, que trouxe ao seu lado Cálculo diretamente de Barcelos, onde apresentou alguns temas de um novo álbum que lançou recentemente, ainda foi oferecendo ao publico alguns desses CD's.

Depois desta atuação tempo ainda para trazer ao palco, Kaines, rapper que recentemente perdeu a perna num acidente, e que já está prometido um próximo SerHumano para o ajudar; Kaines ainda discursou ao publico, muito emocionado.

Sem mais demoras, foi Dillaz a entrar em palco, onde nos trouxe faixas do seu primeiro álbum e também do mais recente, as horas      mas o público não arredou pé, e acompanharam Dillaz na sua atuação com muita energia.

Para finalizar a noite, quem mais do que Barrako 27, , Speg, P1 e Cirilo eram os “responsáveis” para finalizar mais um noite.

É difícil escrever aquilo que o Barrako 27 traz aos palcos, mas que manteve o seu grande nível, onde até Né, foi cantar para o meio do público.

A atuação acabou com a faixa Abraço Forte, tema mais que conhecido e merecedor de ser tocado nestas causas.
No fim, com todos os artistas em palco tempo para uma grande salva de palmas de parte do público, onde estes retribuíram.
Assim terminou mais um SerHumano, onde o Hip-Hop está ao serviço de uma causa.

Texto: Nuno Canossa
Fotos: Mariana Patacas 

Partilhar

Artigos Relacionados

Google+